Loading...

domingo, 12 de setembro de 2010

Como é produzido o porcelanato?

Credito: http://oazulejista.blogspot.com 

Em minha postagem de 31/01/2010 http://inglesdopiso.blogspot.com/2010/01/como-e-produzido-o-piso-ceramico.html escrevi sobre a produção do piso cerâmico, e fiquei devendo a produção do porcelanato.
O processo de produção do porcelanato é uma evolução do processo cerâmico, onde objetiva um piso mais compacto e menos absorvente. As matérias primas são mais selecionadas, a massa sofre uma prensagem, a queima é em fornos de rolos (que possibilita peças grandes) e pode haver o processo de polimento.

Processo de Fabricação:
O desafio na produção do porcelanato começa na seleção das matérias-primas (argila, feldspato e corantes). É fundamental manter a homogeneidade do lote e atender as especificações, a fim de evitar variações de tonalidade e variações na fundência da composição.
A moagem é uma etapa crítica onde o controle sobre a granulometria deve ser mantido para garantia de compactação e características do produto pós queima.
Na atomização é preciso manter muito próximo o intervalo da viscosidade da barbotina (massa), a fim de garantir a estabilidade padrão do atomatizado.
O tempo de repouso não deve ser menor que 36 horas de forma a garantir a homogeneização da umidade.
A prensagem é a etapa onde, além da conformação, busca-se uma redução da porosidade interna. A pressão de compactação varia de 400 a 500 kg/cm², requerendo-se prensas hidráulicas com capacidade de até 5 toneladas.A variação da densidade aparente deverá ser mínima para evitar deformações e desvios na ortogonalidade. O uso de estampos isostáticos é imprescindível.
A sinterização (queima) é feita em fornos a rolo, monoestrato com ciclos de 60 a 70 min e temperaturas de 1200 a 1250 ºC.
A etapa seguinte é a inovação na produção de revestimentos cerâmicos: o polimento. O brilho é uma característica bastante procurada pelos consumidores de revestimento. O equipamento usado para conferir brilho ás peças vem acoplado a outro equipamento que faz a  retificação de forma que todas as peças tenham exatamente o mesmo tamanho. A retificação também é feita nos porcelanatos não polidos.
O controle da porosidade causada pelo polimento, tamanho e formato é fundamental. O produto ideal é aquele que apresenta uma microestrutura composta de poros isolados e de tamanho inferior a 15 micras.
A classificação é feita em máquinas onde o operador avalia somente os defeitos estéticos e a tonalidade. Os defeitos relativos à planaridade e dimensão são avaliados por sensores eletrônicos.
O processo final é de embalagem e armazenagem.
Deus do barro fez um homem, o homem do barro um revestimento.
Boas Obras!!!!


Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails