domingo, 18 de outubro de 2015

Estória de uma História - Pisos Elevados

Em meados dos anos 90, o piso elevado era somente para uso interno, e só existiam no Brasil dois fornecedores, a Tate e a Werden, o primeiro dinâmico em placas metálicas e o segundo em argamassa autonivelante em sistema estático, ambos importados e muito caros.

Na obra do edifício Os Bandeirantes na av. Faria Lima em São Paulo, a construtora Racional através de seu diretor de engenharia Wilson Pompilho, elaborou um projeto de piso elevado estático de concreto em que o sistema de uso seria semelhante ao da Werden.

Para realização do projeto a Racional convidou a Palazzo, empresa que eu trabalhava, para produção e instalação do piso.

O projeto se constituía de placas de concreto armado pré-fabricadas, fixadas em apoios de concreto; sendo que por cima das placas executava-se um contra piso de concreto telado. O grande lance do projeto estava na furação para uso de tomadas; os furos teriam que acertar exatamente no centro das placas pré-moldadas onde não teria armação. Para isso as placas eram pré-fabricadas nas dimensões 62,5 X 62,5 cm, montadas na mesma paginação do forro; e como o forro era paginado em 62,5 cm X 1,30 m era só descer um prumo do forro que acertaria o centro da placa.

Aprimorando o projeto acima, a Palazzo o transformou em um piso em placas dinâmico, eliminando o contra piso e apoiando as placas em suportes metálicos reguláveis, se assimilando ao sistema de uso do Tate.

Na época, a tecnologia era outra, as placas eram bem empenadas, tanto pela retração do concreto quanto pelas formas que primeiramente eram de madeiras e depois passaram a ser de fibra. Na montagem não existiam os niveladores de cortiça, então as correções eram feitas com palitos de fósforo, papelão, palitos de sorvete e etc.

Em outras obras, para diminuir o ranger do piso de concreto com o metal, desenvolveu-se o apoio regulável de plástico.  Seria então, 20 anos atrás, o embrião do piso elevado em placas de concreto existente hoje para piso externo.

Uma Estória de uma História.
Boas Obras!!!!



5 comentários:

Unknown disse...

Parabéns, Inglês!

Ótimo retrospecto!

Rodolfo

Unknown disse...

Parabéns Inglês!

Ótimo retrospecto!

Bianca França disse...

Que bacana sua história! Gostaria de poder compartilhar com minha classe de estudos de design de interiores esse texto, posso colocar como citação no meu trabalho? Obrigada.

Antonio Ingles disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Antonio Ingles disse...

Sim Bianca França, fique a vontade

Related Posts with Thumbnails